SIGA-NOS

Observador: “As primeiras impressões do trabalho de Lisca”

vinheta-observador

O Inter vive um drama sem fim dentro do Campeonato Brasileiro. Depois de empatar com a Ponte Preta no Beira-Rio, o técnico Celso Roth, com um enorme atraso, enfim, foi demitido. Nem vinte e quatro horas depois, o substituto assume. Lisca. O Lisca Doido. Com passagens por Juventude, Ceará, Náutico e com a fama de salvador, o técnico assumiu e sem tempo para trabalhar já tem um grande desafio pela frente. O Corinthians, fora de casa e precisando vencer para não perder o Vitória, que goleou o Figueirense, de vista.

Porém, os bastidores do clube e do vestiário falam em uma mudança de ambiente positiva e que a mobilização é grande para “três finais” neste fim de Brasileiro. Alguns jogadores como Seijas, Ariel e Nico López aproveitaram a mudança de técnico e se sente mais leves para o jogar e mobilizar o grupo, já que não vinham jogando com Celso Roth. Na primeira atividade de Lisca no CT Parque Gigante, por exemplo, o time que perdeu a atividade tinha como “castigo” uma série de abdominais. Seijas, mesmo no time vencedor, se juntou aos colegas e pagou o castigo junto.

LEIA MAIS

Lisca promete “dar a vida” nos últimos três jogos e projeta 45 pontos para permanecer na Série A
Vitório Piffero: “Com exceção do futebol, o Inter vai bem”
A situação do Inter assusta”, diz Geferson antes do jogo contra o Corinthians

O clima para o jogo contra o Corinthians é de total mobilização. O Inter, que treinaria domingo em Porto Alegre, resolveu antecipar a viagem e trabalhou no sábado, com portões fechados no Beira-Rio e domingo, no CT do Palmeiras, também fechado. Não há nenhum indício de escalação, mas existe um foco muito grande para uma arrancada final com três vitórias, mesmo que não tenha feito isso ainda no Campeonato Brasileiro e que a situação fique mais complicada a cada rodada que passa.

Mas mesmo que não exista uma projeção de time titular para encarar o Corinthians e que a expectativa seja pela repetição do time que empatou com a Ponte Preta, alguns jogadores são muito elogiados nos bastidores. Nico López e Eduardo, por exemplo, que não vem atuando, são um dos mais exaltados pela direção e a comissão técnica, assim como Seijas e Rodrigo Dourado, que são os que mais tentam passar tranquilidade para o grupo de jogadores. Quem sabe não venha uma surpresa no primeiro titular de Lisca?

Só resta esperar.

Todo conteúdo postado nas editorias é independente e de responsabilidade dos seus criadores. Não expressando, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site .

Copyright © 2016 Inferno Meu Destino