SIGA-NOS

O dia que Fernandão e Milar se enfrentaram

Pesquisando a palavra ídolo, no Google, o resultado que surge mostra a seguinte frase pessoa ou coisa intensamente admirada, que é objeto de veneração”. Portanto, ídolo não se mede, não se compara, apenas se admira, se venera. Como não poderia deixar de ser, o futebol também possui seus ídolos. Para Internacional e Brasil de Pelotas, a palavra ídolo remete diretamente à Fernandão e Cláudio Milar, jogadores com uma diferença enorme na quantidade de títulos, mas igualmente amados por suas torcidas e, como foi dito anteriormente, é isso que importa quando se trata de idolatria. Aliás, os torcedores dos dois clubes sentiram a mesma na dor na forma com que perderam seus ídolos, ambos vítimas de uma fatalidade, mas, apesar disso, Fernandão e Milar viverão para sempre no coração do colorado e do torcedor xavante.

Em 2008, antes de tudo isso acontecer, os dois enfrentaram-se, em partida válida pelo Campeonato Gaúcho. Ao contrário da idolatria, nas quatro linhas é necessário haver um vencedor e o Internacional, com uma equipe mais qualificada e que havia vencido a Dubai Cup, naquele ano, proporcionou ao seu torcedor uma atuação esplendorosa, goleando o  Brasil por 5 a 0.

O jogo ocorreu no estádio Bento Freitas, e, mesmo com uma enxurrada de gols por parte do Inter, Fernandão não guardou o dele. A equipe, comandada por Abel Braga, foi às redes com Alex, Marcão (duas vezes), Iarley e Bustos. Já o Brasil de Pelotas, que era treinado por Lisca, pouco fez e viu um imenso domínio dos colorados, que poderiam até ter feito mais.

No Campeonato Gaúcho daquele ano, o Internacional sagrou-se campeão, goleando na final o Juventude por 8 a 1, enquanto o único mérito do Brasil foi escapar do rebaixamento. Apesar dessas discrepâncias técnicas, o jogo será lembrado para sempre pela presença de Fernandão e Milar, ídolos inesquecíveis de suas torcidas.

Todo conteúdo postado nas editorias é independente e de responsabilidade dos seus criadores. Não expressando, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site .

Copyright © 2016 Inferno Meu Destino