SIGA-NOS

Numerologia Colorada: “Um leão no ataque e um gatinho na defesa”

Apesar da vitória no último sábado, um fato recorrente vem novamente chamando atenção, os gols sofridos, mas isso não é exclusividade da campanha na Série B, aliás, não é algo isolado na temporada de reconstrução colorada. O Inter acabou o Gauchão com a defesa mais vazada, após sofrer 18 gols em 17 partidas (média superior a um gol por partida). Na temporada, o Inter sofreu gol em 32 dos 34 jogos disputados, uma média de 0,94.

O desempenho da defesa causa preocupação entre os torcedores do Inter, mas algo que tem tirado o sono dos colorados são as falhas individuais e coletivas dos defensores. No último sábado, por exemplo, o colorado falhou ao permitir o cruzamento para a área no primeiro tento. Depois, foi vitimado por uma falha pessoal de Edenílson. Ainda, podemos citar a enormidade de gols contras nos últimos tempos.

Porém, o grande problema da defesa colorada são as jogadas aéreas, cada bola erguida na área colorada é um mini-infarto no torcedor, principalmente nos momentos finais das partidas. Dos 32 gols sofridos no ano, 18 tiveram origem em ações deste tipo.

Se compararmos o ataque com a defesa, o número de gols se torna mais alarmante, já que o Inter tem o melhor ataque da Série B, são 11 gols marcados, mas 6 sofridos em 6 jogos. Com uma média de 1 gol por partida, o Inter teoricamente já conta com um gol sofrido e tem que fazer pelo menos dois para vencer uma partida. Entretanto, a média de gols feitos é de quase 2 gols por partida.

O problema é que isso é futebol e não matemática, nem sempre os números representam o que acontece no campo, por exemplo, na última partida o time colorado marcou 4 vezes e tomou 2 gols. O Inter ataca como um leão feroz e defende-se como um gato domesticado, mas e o dia que o ataque passar em branco?

  • JulioK

    Seria o R. Dourado muito “leve” para a função??

Todo conteúdo postado nas editorias é independente e de responsabilidade dos seus criadores. Não expressando, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site .

Copyright © 2016 Inferno Meu Destino