SIGA-NOS

No Bastidor: “Promessas da base são a aposta da diretoria”

vinheta-bastidor

O Internacional tem um ano muito difícil pela frente, talvez a maior dificuldade é montar um elenco equilibrado para jogar a segunda divisão, tendo em vista que a maioria dos entraves nas negociações é o fato da visibilidade que o colorado terá em 2017. Com isso, a diretoria traçou uma meta de permanecer com jogadores no qual considera a estrutura do time como: Seijas, Danilo Fernandes, trazer D’Alessandro, entre outros (William era um dos pilares da equipe, essa é a indignação da diretoria pela não renovação) e apostar nos jovens, que vem tendo bons resultados nas categorias de base. A constatação é simples, nos últimos anos as contratações sempre foram de risco alto.

Entre as maiores promessas está o volante Charles e o zagueiro Léo Ortiz, ambos vem empilhando troféus nas categorias de base. O meia-defensivo é considerado uma das jóias do elenco e está com a moral bem alta com a direção, inclusive sendo mencionado pelo Vice de Futebol, Roberto Melo, durante a coletiva de imprensa:

“Gostaria que o William tivesse o mesmo sonho do Charles, que deseja trazer o Inter de volta para a Série A”.

Já o zagueiro Léo Ortiz é considerado um jogador pronto. Além do parentesco com o principal jogador de futsal da história do Inter, Ortiz, o atleta na maioria das vezes que jogou foi referência e líder em sua equipe. Leonardo Ortiz nasceu no Inter e se sente confortável no clube.

Quem também recebeu uma oportunidade é Diego. Com um início de carreira profissional na Europa, o jogador fez categoria de base na Ponte Preta e Fluminense mas logo se transferiu para o Olhanense de Portugal. Ainda jogaria pelo Atlético CP no velho continente. Entretanto, voltou ao Brasil atuando pela Portuguesa. Olhando assim parece que o jogador não é lá tudo isso, mas por incrível que pareça ele tem apenas 22 anos, e já tem toda essa bagagem. Ano passado teve uma oportunidade no time montado por Celso Roth e quase marcou um gol. Quem sabe esse ano não é uma grata surpresa…

Opine torcedor, quem você acha que pode dar certo em 2017?

  • Nei Turatti

    acho q se ficar so na base, vamos pra c, oremos

  • Gabriel Ludwig Katz

    Melhor apostar em jogadores conhecidos da base do que fazer contratações bisonhas… Contratações pontuais devem ser feitas, mas a base do colorado é rica.

Todo conteúdo postado nas editorias é independente e de responsabilidade dos seus criadores. Não expressando, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site .

Copyright © 2016 Inferno Meu Destino