SIGA-NOS

Esquemão Colorado: “Por que o Inter não venceu?”

vinheta-esquemao

Em um jogo que todos nós achávamos que seria difícil, acabou sendo muito mais tranquilo do que imaginávamos. Porém, novamente o Internacional não saiu com a vitória. Aqui estão os motivos:

FALTA DE APROVEITAMENTO

É realmente impressionante a quantidade de gols que a equipe perdeu diante do Sport. Um time que cedia contra-ataque o tempo todo, deixando jogadores do Inter sozinhos contra o goleiro inúmeras vezes durante o jogo. Chances perdidas por Seijas e Ariel poderiam ter definido o jogo bem cedo para o Colorado.

Leia mais

Inter empata com Sport 
Celso Roth explica o empate contra o Sport
Fernando Carvalho explica o empate

SUBSTITUIÇÕES EQUIVOCADAS

Vamos parar pra analisar o seguinte: Você é o técnico e observa que o seu time está tendo contra-ataque o tempo todo no jogo e a defesa do time adversário está completamente aberta. Qual a principal característica de um contra-ataque? Velocidade, mas parece que isso foi exigir muito da cabeça de Celso Roth, que em meio a tantas chances como essa, tirou Eduardo Sasha e colocou o Ariel, tirando toda a velocidade do time. Isso sem contar que gastou as duas outras substituições com volantes, inclusive tirando um meia aos 30 minutos, recuando completamente o time ao invés de matar o jogo.

ANÁLISE TÁTICA

Se o Internacional queria mesmo jogar em busca de contra-ataques, realmente deu certo. Com uma marcação muito forte no meio campo com a ajuda dos atacantes, e também com a colaboração dos jogadores do Sport que erraram muito na saída de bola, o Inter teve muitas oportunidades no jogo, só faltou aproveitar. A escalação do William no meio-campo acabou rendendo muito bem, dando passe pra diversas chances, inclusive fez o cruzamento do pênalti.

NOTAS:

Danilo Fernandes: Foi seguro quando exigido. 7,0

Ceará: Bem na marcação e dando apoio pro William durante o jogo. 6,5

Paulão e Ernando: Sem erros graves passaram despercebidos, tomamos o gol em função da pressão proporcionada pelo Roth. 6,5

Arthur: Ainda muito nervoso e inseguro, perdendo bola muitas vezes sozinho. 4,5

Rodrigo Dourado e Fabinho: Desarmando bastante mas errando muito na saída de bola: 6,0

Valdívia: Há muito tempo seu futebol não aparece. Ficou mais na maca que no campo. 4,5

Seijas: A esperança colorada, assumiu a responsabilidade e conduziu o ataque. 7,5

William: Surpreendente no meio, teve passes bons e ajudou na marcação. 7,0

Sasha: As bolas do jogo acabaram não vindo no seu pé, não participou muito. 6,0

Ariel: Perdeu um gol que atacante não pode perder. 3,5

Eduardo e Bob: Tentaram ajudar no que puderam na marcação. 5,5

 

 

Todo conteúdo postado nas editorias é independente e de responsabilidade dos seus criadores. Não expressando, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site .

Copyright © 2016 Inferno Meu Destino