SIGA-NOS

Esquemão Colorado: “A ausência de Seijas acarreta em um mês sem vitórias do Inter”

vinheta-esquemao

No Z-4 do Brasileirão faltando apenas 4 jogos para o fim da competição, o Inter busca vitórias e resultados paralelos a fuga da zona da degola antes do término do campeonato. Com duas mudanças de técnico, o Colorado viu, em um breve momento, uma luz no fim do túnel, chegando a fazer 9 pontos em 12 disputados – entre a 28ª e a 31ª rodada, ainda fez uma sequência boa envolvendo os jogos da Copa do Brasil: com Fortaleza e Santos.

Entretanto, um dos motivos para a não continuação da boa fase do Inter, sob o comando de Celso Roth, são as modificações táticas, que começaram a ocorrer na partida contra o Botafogo, quando William foi para o meio-campo deixando na lateral o Ceará e Seijas na reserva. Depois disto, o venezuelano foi novamente utilizado contra o Flamengo, quando o Inter venceu o atual vice-líder em casa.  Durante o jogo Seijas foi sacado, a partir daí nunca mais foi utilizado entre os titulares, mesmo quando o time colocado em campo foi o “misto” contra Santos e Atlético Mineiro, na Copa do Brasil.

LEIA MAIS:

Definidos os candidatos para as eleições presidenciais do Inter
No Bastidor: “Visando 2017, Ariel treina em particular”
Lucas Collar: “Nada é por acaso”

Contextualizando a situação de Seijas no Inter, vamos a análise técnica, porque Seijas é importante ao esquema do Inter? A resposta é simples, Seijas tem uma movimentação centralizadora, fazendo uma melhor recomposição no meio-campo. Com Seijas, o Inter joga no intuito de roubar a bola no campo adversário, reduzindo espaços e tendo a posse de bola mais rápido. Veja como Seijas faz a movimentação correta no mapa de calor, tanto ofensivamente, quanto defensivamente.

inter-cox

Além disso, é louvável a forma com que o jogador conclui de longa distância, o jogador tem um precisão admirável tendo praticamente 70% dos chutes em gol. Com 4 gols, Seijas é um dos principais finalizadores a longa distância do Inter, dividindo com Valdívia a função. Contudo, Seijas é muito superior no fundamento e no comparativo fica visível a precisão, mesmo quando os chutes são só a gol.

seijas-golvaldivia-gol

 

Um dos motivos da queda de rendimento nas conclusões efetivas do Inter, certamente, é a utilização de William no meio-campo. O jogador faz uma função de transição com mais velocidade que Seijas fazia, entretanto, não tem facilidade de finalização que o venezuelano tem e se quer tem gol fazendo a função – William tem só um gol pelo profissional – de pênalti -. Em outras palavras, Celso Roth abre mão de uma finalização com qualidade e marcação sob pressão para ter mais velocidade na transição. Isso se somando ao fato de que William ser o melhor lateral-direito do Brasileirão em números, função que é perdida na movimentação tática.

O Internacional agora enfrenta a Ponte Preta, dia 17 de novembro, às 21h, no Estádio Beira-Rio. A partida é válida pela 35ª rodada do Brasileirão 2016. Com 10 dias de trabalho, ainda é uma dúvida o time que entrará campo, em uma partida que decidirá os rumos do Inter na temporada.

 

  • Nei Turatti

    vai cair de teimoso, pq tem um jogador no banco que desiquilibraria, mas insiste com sasha e valdivia que nao fazem nada!!!!

Todo conteúdo postado nas editorias é independente e de responsabilidade dos seus criadores. Não expressando, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site .

Copyright © 2016 Inferno Meu Destino